quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

EDMILSON LOPES JÚNIOR


EDIMILSON LOPES JÚNIOR, conhecido popularmente por “FENÔNIMO”, natural de Apodi, nascido a 20 de setembro de 1962, filho de Edmilson Lopes de Oliveira , vulgo NENEM LOPES, natural de Apodi, nascido a 19/08/1930, filho de Joaquim Lopes de Oliveira e Quitéria Soares de Oliveira; e de Rita Gomes de Oliveira, natural de Apodi, nascido a 30 de agosto de 1930, filha de Aristófanes Gomes de Oliveira e Inácio Gomes de Oliveira. Começou a estudar com sete anos com sua mãe e posteriormente estudou na Escola Estadual Gerson Lopes. Concluiu o ensino médio na Escola Estadual Professor Antonio Dantas, em Apodi. Em 1978 foi o segundo colocado no vestibular de Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Com mestrado e doutorado em sociologia. Atualmente é professor da UFRN, em Natal. Antes havia sido professor da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, Campus de Mossoró, porém, em 2002, devido a política foi exonerado do cargo de professor na UERN. Na época o Reitor Valter Fonseca queria que ele votasse em Fernando Bezerra, como ele votou em Vilma de Faria, logo perdera o emprega, mas em seguida ingressou na UFRN. Na realidade a vingança de Valter Fonseca foi de água abaixo, já que Edmilson Lopes saiu de uma universidade estadual e passou para uma federal. Primeiro candidato a prefeito pelo Partido dos Trabalhadores em Apodi, cujo pleito eleitoral foi realizado no dia 15 de novembro de 1982, e ele conquistou apenas 23 votos. Em 1986 foi candidato a deputado estadual pela legenda do PT, conquistando apenas 660 votos, somente em Apodi. Na época, Chico Paulo comentou o seguinte: “como é que pode, Edmilson Lopes, sem dinheiro, conquistou mais votos do que o meu candidato e eu gastei um montão de dinheiro. Edimison Lopes uma das cabeças mais pensantes do nosso querido Apodi. Apodi realmente na gosta de pessoas inteligentes, a prova disso que nunca elegeu uma pessoa intelectual, apesar de ter tido várias oportunidades, como por exemplo, além de Edmilson Lopes, temos: Edivan Pinto, José Evangelista, Manoel Georgino, Indinha, João Bosco. Pela perspectiva o apodiense por um longo tempo vai continuar não elegendo cabeças pensantes. Até a presente data, infelizmente, o PT apodiense ainda não conseguiu eleger ninguém. O companheiro de chapa de Edmilson Lopes foi o senhor Natalício Jorge.

terça-feira, 29 de junho de 2010

ISA DE ACETO MOTA


ISA DE ACETO MOTA , natural de Portalegre, nascida a 19 de julho de 1927. Estudou na Escola Isolada Coronel Antonio Francisco de Oliveira, em Felipe Guerra. Em 5 de outubro de 1944, foi nomeada professora. Em 1950, concluiu o Ensino Médio, e na década de 60 fez o curso de Diretora de Grupo em Natal. Ensinou no MOBRAL=Movimento Brasileiro de Alfabetização, no funcional, no reforço e na Educação Integrada. Trabalhou durante 40 anos promovendo o conhecimento necessário à formação do ser humano. Foi escrutinadora da Justiça Eleitoral. Exerceu o ofício de Catequista, Coordenadora Bíblica. Membro Ativo da Legião de Maria. Como escritora e poetisa escreveu o livro”Poesias e Sonetos”.
Conhecedora profunda da Língua Portuguesa, não pronuncia frases desconexas, fora dos padrões gramaticais Dona Isa é viúva do Sargento JOAQUIM KADETE DA SILVA, natural de Campo Grande-RN, nascido a 6 de fevereiro de 1915 e faleceu no dia 2 de setembro de 1990, filho de José Kadete da Silva e de Isabel Isaura de Souza, mãe de 10 filhos, porém, todos falecidos antes de completar o 3º ano de vida. Dona Isa contribuiu muito para a educação do Apodi. Faleceu em sua terra natal no dia 11 de julho de 2007

RAIMUNDO PEREIRA DA SILVA


RAIMUNDO PEREIRA DA SILVA, natural de Apodi, nascido a 18 de agosto de 1958, filho de Sebastião Lúcio da Silva e Eugênia Pereira Góis.O melhor professor de MATEMÁTICA de Apodi e região.

RAIMUNDA NONATA DA SILVA RÊGO

RAIMUNDA NONATA DA SILVA RÊGO, nasceu na povoação de João Pedro, município de Apodi, em 2 de março de 1960, filha de José Francisco da Silva, natural de Apodi, nascido em 19 de março de 1927, filho de João Francisco de Lima e de Francisca Paulina da Silva; e de Sebastiana Menezes da Silva, natural de Apodi, nascida em 6 de abril de 1927, filha de Pedro Barbosa de Menezes e de Júlia Francisca da Conceição. Casou-se em 18 de novembro de 1980, com Raimundo Clementino do Rego, natural de Catolé do Rocha-PB, nascido em 24 de janeiro de 1958, filho de Pedro Clementino do Rego e de Francisca Etelvina da Com uma filha de nome KARINA DA SILVA RÊGO, natural de Apodi, nascida em 8 de novembro de 1980, casada com Ronaldo Fernandes Fonseca, natural de Mossoró, nascido em 7 de maio de 1963, filho de Raimundo Fonseca e de Júlia Maria, com um filho – RUAN KENNEDY RÊGO FONSECA, nascido em 8 de abril de 2001. Professora na antiga Escola Isolada do Sítio João Pedro, criada pela Lei Estadual nº 2.112, de 19 de novembro de 1957, sancionada pelo então presidente da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte, que foi instalada em 16 de março de 1960, que teve como primeira professora senhora MARIA ANALIA DE OLIVEIRA, que ensinou nesse escola até 25 de fevereiro de 1980, quando passou o cargo para a nossa biografada, a qual ensina até hoje, cujo estabelecimento de ensino atualmente com nova denominação, com o nome da primeira professora, por decreto estadual do mês de julho de 2007.

FRANCISCA FRANCINA MOTA DE MELO,


FRANCISCA FRANCINA MOTA DE MELO, natural de Apodi. Estudou o primário na Escola Estadual Ferreira Pinto, o segundo grau no Projeto Logos II e se formou em Pedagogia pela UVA-Universidade do Vale do Acaraú, em Apodi. Ensinou durante 27 anos na Escola Isolada de Santa Cruz. Oriunda do meio rural, aprendeu com seus pais o ofício sagrado de semear os campos, faze-los produzir bons frutos para assegurar a sustentação de sua família no semi-árido nordestino. Por essa razão, fundou, em parceria com outros lavradores a Associação de Agricultores Familiares de Santa Cruz, onde exerceu a função de presidente por três mandatos. Agricultora, exímia Poetisa e Professora da rede pública a frente dos movimentos sociais escreveu versos voltados para a realidade do homem do campo. Atualmente faz parte do Conselho do FUNAC-Fundo de Apoio Comunitário. Da Comissão do Idoso e do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Apodi. Dona Francina é conhecida por sua determinação e garra para trabalhar pelo desenvolvimento da sua comunidade e por demonstrar a força que tem a mulher do campo. É confreira da Academia Apodiense de Letras, desde sua fundação em 2006.

MARIA LINDAURA DA SILVA

MARIA LINDAURA DA SILVA, natural de Apodi, nascida a 16 de março de 1932, filha de Raimunda Silva. Lindaura Silva foi uma grande educadora apodiense, por isso foi homenageada pela população de Apodi que através de uma enquête realizada pela Secretaria Municipal de Educação para se saber qual nome daria ao futuro estabelecimento de ensino erguido na administração municipal de Evandro Marinho, através da então Secretária Mara Marizete Duarte Marinho de Paiva, daí os gentílicos apodienses, principalmente a população estudantil, escolheram o nome da professora contemporânea Lindaura da Silva como patrona da Escola Municipal inaugurada no mês de março de 1998. Lindaura da Silva faleceu em sua terra natal, no dia 4 de maio de 1992.

MARIA ISABEL DE NORONHA

MARIA ISABEL DE NORONHA, natural de Apodi, nascida em 4 de junho de 1920, filha de Joaquim Augusto de Noronha, filho de LINDOLPHO CARLOS DE NORONHA e de RAIMUNDA PRUDÊNCIA DE NORONHA e de Maria Dantas de Noronha Filha, filha de Joaquim José Carlos de Noronha e de Maria Dantas de Noronha. Era casada com EVANILDO ALVES DE OLIVEIRA, natural de Apodi, nascido em 1º de agosto de 1924 e faleceu em 15 de agosto de 2004, filho de Alfredo Alves de Oliveira, filho de Tertulino Veridiano Bezerra e de Vicentina Benigna de Oliveira; e de Maria Hermínia de Oliveira, filha de Hermínio Tolentino Alves de Oliveira e Petronila Pastora de Oliveira.

AURI DE ACETO MOTA


AURI DE ACETO MOTA, natural de Apodi, nascida em 24 de julho de 1929 e faleceu em sua terra natal no dia 6 de fevereiro de 1990, filha de José da Costa Ferreira e de Maria Idalina da Costa. Era casada com FRANCISCO AUGUSTO TORRES, natural de Apodi, nascido a 5 de maio de 1937 e faleceu em 12 de fevereiro de 1975, filho de Pedro Pereira Torres e de Alexandrina Eulala de Souza, com os seguintes filhos: JOSÉ CARLOS MOTA TORRES, MARIA LIDUINA MOTA TORRES LEITE, CARLOS AUGUSTO MOTA, FRANCISCA EUGENIA MOTA TORRES, ANTONIA SORAIA MOTA TORRES DE SOUZA, HELENA CRISTINA MOTA FA SILVA, MARIA GORETE TORRES

MARIA DE LOURDES MOTA DE ACETO,


MARIA DE LOURDES MOTA DE ACETO, natural de PORTALEGRE-RN, nascida 20 de março de l926, filha de José Ferreira da Mota e de Maria Idalina de Aceto Mota. Ainda criança, Transferiu-se com seus pais parra o vale do Apodi, indo residir no sítio Caboclo, posteriormente transferiu-se para Pedra de Abelhas, atual cidade de Felipe Guerra.Casou-se com seu parente SEBASTIÃO NORONHA DA MOTA. Participou efetivamente de organizações religiosas da Igreja Católica. Colaborou com obras sociais em Apodi, tendo dirigido com eficiência o Clube de Mães. Foi professora por vários anos na zona rural, por isso lhe rendeu ser patrona de uma escola municipal na cidade de APODI, situada na zona urbana.

MARIA ZENILDA GAMA


MARIA ZENILDA GAMA, natural de Apodi, nascida a 16 de junho de 1954 e faleceu de parto no dia 11 de março de 1980. Filha de João Duarte e Manuela Gama. Iniciou seus estudos na Escola Estadual Ferreira Pinto e completou com o ensino médio, antigo 2º grau na Escola Estadual Antonio Dantas. Em seguida, cursou o Magistério na Escola Normal de Mossoró.
Com seus os seus conhecimentos, passou a lecionar na Escola Municipal Raimundo Casado de Oliveira. Ainda ministrou aulas no Colégio Mundo da Criança e na Estadual Professor Antonio Dantas.
Em homenagem à professora, e por ter, prematuramente partido deste mundo, colocou merecidamente, seu nome na Escola Estadual em sua terra Natal.

ALVANI DE FREITAS DIAS,


ALVANI DE FREITAS DIAS, natural de Apodi, nascida a 6 de dezembro de 1929 e faleceu em sua terra natal no dia 20 de novembro de 1993, filha de Domingos de Freitas Dias e Adolfina Dias de Freitas. Após de estudar o Primário muitos anos depois da idade apropriada obteve o diploma do Logos II

Mantinha em sua residência uma escola particular cujo objetivo principal era obter alguns sustentos para sua família.

Educadora modesta exerceu o magistério por 26 anos como professora primária na Escola Estadual Ferreira Pinto que em suas aulas costumava introduzir a oração e a entoação de hinos, também disciplinava seus alunos para o espírito de patriotismo, ensinando-lhe o Hino Nacional que era entoado diariamente. Foi outra mulher que se destacou como professora abnegada. Seu nome ficará eternamente na memória do povo apodiense, primeiramente por um elevado número de bons alunos atuais e futuras gerações de estudantes, devido sua grande abnegação no magistério, e em segundo, por ser seu nome patrono da Escola Estadual e do CAIC de Apodi; como também de ser patrona da cadeira de nº 7 da Academia Apodiense de Letras, cujos confrade é seu irmão Alaires Dias de Freitas, o nosso velho conhecidíssimo Lalá.

Quem sou eu

Minha foto
ESTE É O 9º BLOG DO PORTAL OESTE NEWS, CRIADO PELO STPM DA RR PM JOTA MARIA, DA GLORIOSA E AMADA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

PORTAL OESTE NEWS

PORTAL OESTE NEWS
O MAIOR DO RIO GRANDE DO NORTE, CRIADO PELO STOM JOTA MARIA, COM A COLABORAÇÃO DE JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR